-->

Resenha | A Verdade Sobre Amores e Duques- Laura Lee Guhrke


Resultado de imagem para a verdade sobre amores e duquesSérie: Querida Conselheira Amorosa #1
Autor (a): Laura Lee Guhrke
Editora: Harlequin Books
Páginas: 319
Gênero: Romance de época, Ficção
Nota: 
Sinopse:Henry Cavanaugh, duque de Torquil, ansiava por uma vida ordenada e previsível. Mas isso era impossível com a família que tinha. Apenas a mãe facilitava a sua vida… até se apaixonar por um artista que estava inferior à classe social de sua família e decidir seguir o conselho amoroso de Lady Truelove de largar tudo e seguir os desejos do coração. Agora Henry vai exigir que a mulher mexeriqueira que lhe deu aquele conselho imprudente o ajude a trazer a mãe de volta antes que um casamento possa colocar o nome da família na lama.
Irene Deverill é o que a sociedade londrina considera uma ovelha negra: dirige o jornal da família, é sufragista, solteirona e têm certas tendências ao marxismo. Mas ninguém sabe que ela tem um grande problema nas mãos: o duque de Torquil exige que ela o ajude a impedir que a mãe se case com um homem de reputação duvidosa. Irene não acha que isso é uma questão em que deva se envolver, mas ela não pode recusar a proposta quando Henry oferece ajuda para conseguir um bom pretendente para a irmã dela. Esse relacionamento forçado fará Irene descobrir que Henry é mais do que um “lírio do campo” e que ele é capaz de despertar nela sentimentos que nunca pensou possuir. 

Confesso que quando recebi esse livro da minha querida Harlequin Books eu não estava tão entusiasmada, já que esperava um romance de época como qualquer outro a trama me parecia previsível e só aos poucos isso foi mudando. Vamos conhecer Irene Deverill que é uma jovem que por problemas financeiros assumiu o jornal da família ao lado de sua irmã mais nova Clara, ela é uma mulher a frente ao tempo, naquela época uma mulher comandar um negócio era algo muito de mal visto, ela não da á minima pro que pensam dela e se orgulha muito da empresária que se tornou além de tudo é uma jovem sufragista que luta e protesta pelo direito das mulheres votarem. Como uma jogada de chamar a atenção das pessoas ela cria uma coluna de fofocas e conselhos amorosos onde assume Lady True Love. 

Em uma das publicações de Lady True Love ela aconselha uma "desconhecida lady da sociedade" a se casar com o amor de sua vida mesmo que isso signifique ser mal falada perante a sociedade. Só que ela não imaginaria que isso traria grandes consequências para sua vida, já que a lady em questão é a mãe do Duque de Torquil e ele não pretende permitir que sua mãe se case com um pintor italiano interesseiro e quando ele decide que vai impedir o casamento, ele vai atrás de Lady True Love para obriga-lá a convencer sua mãe a não se casar.
Logo me irritei com Henry Cavanaugh o duque de Torquil porque ele é daqueles nobres que por estar uma alta posição, segue a vida toda dentro dos padrões e planeja tudo não apenas para si mas para aqueles que o cercam também e a ideia de sua mãe viuvá de idade avançada, fugir para se casar com um homem que a cortejou por debaixo dos panos e ainda oferecer um dote que é quase tudo que tem, foge de tudo que ele considera decente. Só que no momento em que ele adentra o escritória de Irene a procura de Lady True Love ele se depara com uma mulher loira atraente que o faz pensar em muitas coisas indecentes, mas para conseguir o que quer ele a coloca contra parede e ameaça tirar seu jornal se ela não conseguir fazer a duquesa a mudar de ideia.

Com isso sem saída Irene e Clara vão passar duas semanas na casa do duque, isso da a Irene duas semanas para cumprir sua missão de convencer a duquesa que esse casamento era um mal negócio, só que isso tudo é completamente fora de seus princípios ela realmente acreditava que não iria conseguir convence-lá mas teria que tentar. Morando sobre o mesmo teto, Henry começa a perceber a loucura que cometera a convidar Irena para sua casa, ter ela sempre ali com toda aquela beleza despertava nele os sentimentos mais carnais que um homem pode ter, Irene até tenta não pensar mas antes de dormir os pensamentos sobre Henry não são nada decentes.

Acredito eu que Irene é uma moça muito forte e decidida que assim como qualquer outra mulher tinha desejos e vontades e pela primeira vez em um livro, a mocinha que persuadiu o nobre com toda a experiencia que tinha. É um livro muito envolvente, com o decorrer da leitura eu percebi que não tinha raiva do personagem de Henry ele era apenas um tipico homem daquela época que  respeitava os costumes impostos pela sociedade machista da época. Foi libertador ler sobre o que Irene conquistou e pensar no que mulheres como ela conquistaram.

- E a lei está errada. Da mesma forma que a escravidão está errada e que a servidão forçada está errada. Sou um ser humano, com alma própria, pensamentos próprios,opiniões próprias e vontade própria. Essas coisas não pertencem a você, ou ao meu pai, ou ao meu irmão, ou a qualquer outra pessoa, homem ou mulher, e concorde você comigo ou não, Henry, meu destino é meu, e as escolhas que determinam esse destino também são minhas. Apenas minhas.

13 comentários:

  1. Oiie. Eu nunca li nada nem dessa autora nem da editora, acredita? E olha que sou uma grande fã de romances de época.
    Eu acho incrível quando um autor consegue sobrepor uma personagem ao seu tempo mesmo quando tudo está contra ela. Eu quero muita conhecer Irene. Amei sua resenha.
    Beijos.


    Blog: fanficcao.wordpress.com

    ResponderExcluir
  2. Oiie. Eu nunca li nada nem dessa autora nem da editora, acredita? E olha que sou uma grande fã de romances de época.
    Eu acho incrível quando um autor consegue sobrepor uma personagem ao seu tempo mesmo quando tudo está contra ela. Eu quero muita conhecer Irene. Amei sua resenha.
    Beijos.


    Blog: fanficcao.wordpress.com

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Eu não conhecia a obra, mas só do fato da Irene ser uma mulher à frente do seu tempo me ganhou de cara. Adoro personagens donas de si.

    Ótima resenha, beijos!

    Blog Diversamente

    ResponderExcluir
  4. Parece um livro bem romance romântico clichê, não sei se conseguiria ler justamente por isso, passo a dica.

    ResponderExcluir
  5. Tudo bem? Não conheço e nem leio muito os livros da Harlequin Books.. Eu tomei um ranço quando eles pararam de publicar uma série que eu amava.. deixando sem término..

    Mas, isso não vem ao caso..

    Sua resenha está muito bem pontuada e mesmo um leitor que não tenha tanto contato com o gênero ou o escolha como primeira opção.. acaba por se interessar em tirar suas próprias impressões.
    Gostei de conhecer um pouco da história e sobre Irene.

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Bruna, já faz um tempo que os romances de época estão em alta, até agora só li um, pois sempre dou prioridade as parcerias. Eu gostei do gênero, e este livro parece ter uma pegada diferente, adoro as mocinhas fortes, decididas e corajosas, principalmente para época.
    Adorei a dica e se Julia Quinn gosta, com certeza a escrita é divina mesmo.
    Bjos
    Vivi
    http://duaslivreiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Confesso que li bem por cima sua resenha, pois eu quero muito ler esse livro em breve, eu escolhi ele mais pela capa sabe, então só quis saber sua opinião e fiquei satisfeita em saber que você gostou.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá!! :)

    Eu confesso que não conhecia este livro ainda, mas estou para ler um livro histórico há algum tempo...

    Enfim, acho ótimo que tenhas gostado! E que as diferentes personagens tenham desencadeado em ti sentimentos contrários!

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia esse título mais profundamente, exceto pelas fotos de recebidos das editoras que tenho visto. Gostei muito da forma como a história parece acontecer e com a personalidade da Irene que parece ser maravilhosa. Eu amei sua resenha, muito bem escrita e envolvente. Vou anotar a dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oiieee

    As fotos ficaram lindas e apesar de todas as conquistas da protagonista e tals, te confesso que não é meu tipo d elivro. Na verdade, o romance histórico/ de época já não me atrai e percebo que a leitura dessas histórias pra mim é meio arrastada demais. Por enquanto acho que deixaria pasar a leitura, quem sabe um dia...


    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  11. Eu adoro romances de época, e assim que vi o lançamento deste livro já coloquei na lista. Conhecer um pouco mais da história e saber o que vou encontrar me deu mais vontade de ler e conhecer Irena.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  12. Olá, eu sou apaixonada pela capa desse livro, terminei de ler ele recentemente e também vi o mocinho como alguém que fazia o que se esperava dele, e a mocinha é maravilhosa.

    ResponderExcluir
  13. Oi Bruna, como está?
    A capa do livro é linda e a proposta me atraiu muito, especialmente os personagens. Só imaginando aqui o que sai da ligação entre um duque e uma dona de um jornal, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Com certeza eu ia adorar realizar essa leitura.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://www.galaxiadeideias.com/
    http://osvampirosportenhos.blogspot.com

    ResponderExcluir

Olá aqui é Bruna
Obrigada por deixar sua opinião , ela é sempre muito importante e será lida assim que puder .

- É proibido qualquer tipo de ofensa e palavras de baixo calão.
- Aceitamos criticas construtivas
Obrigada!

© FLORESCENDO LIVROS - 2018. Todos os direitos reservados.
Criado por: BRUNA MACENA.
Tecnologia do Blogger.